Nutrição Integrativa

com Taisi Duarte

Zinco: para que serve e sintomas da deficiência.

letra zn que é abreviação de zinco, escrito em branco e fundo amarelo

O zinco é um mineral essencial para o bom funcionamento do organismo humano. Sua atuação abrange diversos aspectos da saúde, incluindo o fortalecimento do sistema imunológico e sua função antioxidante.

Sinais e Sintomas da Deficiência de Zinco

A deficiência de zinco pode se manifestar através de uma série de sintomas, que variam desde problemas de pele até distúrbios metabólicos. Alguns dos principais sinais de deficiência de zinco incluem:

  1. Distúrbios do Sono e do Comportamento
  2. Infecções Frequentes
  3. Dificuldade de Cicatrização
  4. Resistência à Insulina
  5. Doenças Inflamatórias do Intestino
  6. Síndrome de Má Absorção
  7. Diminuição do Apetite
  8. Hipertireoidismo
  9. Perda de Paladar
  10. Alteração da Menstruação
  11. Caspas e Queda de Cabelo
  12. Manchas Brancas na Unha
  13. Feridas na Boca
  14. Língua Branca e Mau Hálito
Fontes Alimentares de Zinco

Para evitar a deficiência, é importante incluir em nossa dieta alimentos que sejam boas fontes desse mineral. Algumas das principais fontes alimentares são:

  1. Amêndoas
  2. Gérmen de Trigo
  3. Sardinha
  4. Frangos e Carnes
A Importância da Vitamina C para a Absorção do Zinco

A ingestão de alimentos fonte de zinco em conjunto com fontes de vitamina C é recomendada, pois a vitamina C pode aumentar a absorção do zinco pelo organismo. Dessa forma, a combinação de alimentos como frutas cítricas, tomates e pimentões pode potencializar seus benefícios para a imunidade e a saúde como um todo. Além disso, o zinco fica mais fortalecido na ação de promover imunidade, quando unido à vitamina C. 

Cuidados e Suplementação

Pacientes que fazem uso de antiácidos devem ter atenção especial, pois esses medicamentos podem prejudicar a absorção de zinco no organismo. Nesses casos, é recomendado consultar um profissional de saúde para avaliar a necessidade de suplementação.

É fundamental evitar o consumo exagerado de zinco ou a suplementação sem orientação médica, uma vez que o consumo excessivo pode levar a uma diminuição na absorção do mineral e até mesmo ao aumento na sua excreção.

Exame de Dosagem Sérica

Embora o exame de dosagem sérica do zinco não seja considerado altamente específico, ele ainda pode ser útil para avaliar os níveis do mineral no organismo. É importante considerar a rotina alimentar e os sinais clínicos do paciente para interpretar os resultados corretamente e determinar se a suplementação é necessária.

Mas mesmo o exame não sendo tão específico, vale dosar afim de ver se está muito abaixo da referência, pois se estiver dentro da normalidade não é parâmetro para não fazer intervenção (é preciso ver consumo e sinais clínicos). Mas se estiver abaixo, é preciso também observar a ferritina, pois na deficiência do ferro, o zinco faz o papel do ferro, e nestes casos, a suplementação tem que ser de ferro para corrigir o problema. 

Conclusão

Em suma, o zinco é um mineral de extrema importância para a saúde humana, desempenhando papéis essenciais em diversas funções do organismo, incluindo o fortalecimento do sistema imunológico e sua ação antioxidante. Portanto, a deficiência de zinco pode acarretar uma série de sintomas e problemas de saúde, tornando crucial a inclusão de alimentos ricos em zinco em nossa dieta diária.

Contudo, é necessário ter cautela com a suplementação e buscar orientação médica quando necessário, evitando o consumo excessivo do mineral. Além disso, a combinação dos alimentos fontes com aqueles ricos em vitamina C pode melhorar a absorção do mineral pelo organismo. Fique atento aos sinais e sintomas de deficiência e cuide bem da sua saúde!

Leia mais sobre:



Este conteúdo foi útil? Então compartilhe.

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.