Nutrição Integrativa

com Taisi Duarte

Vitamina E: a principal vitamina antioxidante

A vitamina E é chamada de tocoferol. Existe vários tocoferóis, ou seja, existe diversos tipos de vitamina E.

Dentre as vitaminas, ela é a principal antioxidante. Ela atua como prevenção da oxidação exagerada das células e principalmente do tecido gorduroso, ou seja, ela protege o corpo do excesso de radicais livres que causam o estresse e o envelhecimento.

E ainda atua na regulação das plaquetas, como forma de manter o equilíbrio para não ter trombose.

O seu papel antioxidante é tão importante, pois temos uma vida cada vez mais estressante, com diversos fatores ambientais estressores, sedentarismo e falta de alimentação rica em vitaminas.

Todos esses fatores estressores aumentam os radicais livres, que por sua vez aumentam o estresse metabólico e o envelhecimento. Inibindo assim, todo o funcionamento do nosso corpo em sua melhor capacidade, comprometendo a saúde e qualidade de vida. Pois todo esse estresse aumenta a inflamação crônica silenciosa, que por sua vez aumenta o risco de desenvolver doenças crônicas e piora o prognóstico de qualquer outra doença.

Suplementação

Não há necessidade de suplementar vitamina E, desde que tenha uma alimentação saudável, natural e rica em nutrientes. Porém em casos de muita inflamação, estresse e casos clínicos de saúde comprometida, se faz necessário a suplementação.

Esta suplementação tem que ser composta do mix de todos os tipos de vitaminas E, ou seja, com todas as formas ativas de tocoferóis. Deve ser composta com alguma fonte de gordura, para promover a absorção, pois se trata de uma vitamina lipossolúvel (que depende de gordura para ser absorvida).

Vale ressaltar, que a função antioxidante do nosso corpo, é comandada pelo fígado. Então vale reforçar o consumo desta vitamina, em qualquer alteração hepática, ou qualquer situação que necessite suporte para o detox.

Alimentos fontes

Dentre os alimentos fontes de vitamina E, temos principalmente os óleos vegetais: óleo de gérmen de trigo, óleo de amêndoa, óleo de girassol, e azeite extra virgem. E temos também nos cereais integrais como sementes e castanhas, e nos folhosos verde escuro.

Em suma, é importante entender que o papel da vitamina E é modular estresse, inflamação, prevenir envelhecimento precoce e dar suporte para o fígado. Portanto não pode negligenciar o consumo e conforme situação de muito estresse ou comprometimento hepático, vale avaliar a necessidade de suplementação.

Em geral, uma alimentação com diversidade de alimentos naturais, dificilmente terá deficiência de qualquer vitamina. Diferentemente dos ultraprocessados que são pobres em nutrientes e facilmente traz deficiência de vitaminas.

Faça dos alimentos naturais ou minimamente processados, a base da sua alimentação.

Leia mais sobre:



Este conteúdo foi útil? Então compartilhe.

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.