Nutrição Integrativa

com Taisi Duarte

Vitamina D é essencial se quer ser feliz.

Vitamina D e felicidade são interligadas, simplesmente pelo fato dela te trazer saúde em vários quesitos, pois ela atua em quase todas as funções que nosso corpo tem dentro dele. Além do mais, tomar sol para absorver vitamina D, é algo que traz felicidade. Já tem estudos que mostram que o sol libera endorfina e diminui uso de analgésicos em idosos. O sol é símbolo de vida, então não menospreze seus momentos ao sol. Mas claro que tudo é com equilíbrio e sabedoria, pois tomar sol de forma imprudente traz várias consequências, dentre elas o câncer de pele.

A vitamina D é tão importante pois ela atua na transcrição do DNA, diretamente na fonte, ela é responsável para que tudo seja feito dentro de uma perfeita ordem. Mas não bastasse isso, ela faz a transcrição das proteínas que faz o transporte de cálcio do intestino para o sangue. Com isto podemos ver a importância de manter níveis adequados em idosos que tem deficiência de cálcio e precisa ter prevenção de osteoporose. E também, por pessoas que não ingerem lácteos e tem uma alimentação pobre em cálcio.

E ainda, gera força no músculo (atletas fiquem de olho nesta vitamina); diminui infecções respiratórias; reduz inflamação; melhora a expressão de genes; e tem atuação primordial nas doenças autoimunes, desde prevenção até melhora de sintomas. Sem dizer no papel de fortalecer a imunidade e reduzir agravamento de doenças.

Através do sol

A ativação desta vitamina pelo sol, é através dos raios UVB, por isso que tomar sol atrás da janela não resolve muito, pois a janela barra o UVB e não barra o UVA, o que torna prejudicial. E ainda a absorção através do sol depende do horário, da cor da pele, e da porcentagem de gordura corporal. A ativação dela de forma endógena, quando se alimenta dela, ocorre no fígado e no rim, por isso é preciso cuidar da saúde hepática e renal, cuidado com excesso de bebidas alcoólicas e a falta de hidratação.

A recomendação é que mantenha na faixa de 40 ng na corrente sanguínea. De 40 para mais. Nos casos de idosos e de doenças autoimunes, o recomendável é manter acima de 60 ng. O excesso pode causar hipercalcemia, mas dificilmente temos excesso, a deficiência é muito mais comum.

Infelizmente a deficiência é comum, pois as pessoas não tem a prática de tomar sol e dificilmente atinge a quantidade com alimentação, pois são poucos os alimentos fontes e mesmo que consuma-os todos os dias, ainda assim, é difícil aumentar o nível. Temos mais concentração de vitamina D, nos peixes, cogumelos e gema de ovo.

Suplementação adequada

Por isso, que a suplementação se faz tão necessária, mas não pode ser banalizado. É preciso dosar no sangue primeiro, para saber quanto suplementar. A cada 1000 UI de vitamina D, faz aumentar de 6 a 10 ng. Por ser uma vitamina lipossolúvel é preciso ser ingerida com gordura para potencializar a absorção, de preferência se atentar com a qualidade da gordura que é usada nas cápsulas ou outros suplementos. Azeite extravirgem, TCM, óleo de sementes orgânicas são excelentes meios para carregar a vitamina. Procure evitar óleos transgênicos como de soja ou milho. Para saber em qual veículo oleoso está sendo feito a manipulação da vitamina, peça esclarecimentos para a farmácia de manipulação, ou olhe no rótulo das que vendem prontas para consumo.

Mesmo suplementando, as vezes, ela não sobe, por diversos motivos. Vejamos: a falta de magnésio (este é essencial para o metabolismo da vitamina D), os alimentos fonte de magnésio são as folhas verdes, então adere a um prato de salada todos os dias; e o consumo de ultraprocessados. E este é um assunto bastante desconhecido. Mais uma vez o padrão alimentar importa!

Os ultraprocessados têm fosfato na composição, e o consumo causa hiperfosfatemia (excesso de fosfato no sangue). Este excesso faz reduzir a vitamina D de forma significativa.

Em suma, para atingir a dosagem de vitamina D ideal, e promover saúde com ela, é preciso mudar o padrão alimentar para mais natural e saudável, suplementar com quantidade e qualidade suficiente, tomar sol em quantidade e em horários recomendado pelo médico. Com isso promover o elo da vitamina D e felicidade.

Leia mais sobre:



Este conteúdo foi útil? Então compartilhe.

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.